morro do Macaco

domingo, setembro 10, 2006

cancioneiro da dona Maria (38)

Mariposa
A mariposa, triste e coitada
Veio ao mundo pra morrer queimada
E sofreu muito por ver a borboleta
Que vive no jardim beijando o cravo e a violeta
Wilson Batista


3 Comments:

At 6:53 da tarde, Anonymous Janaína Calaça said...

Todas as vezes que vejo esta foto, fica uma tristeza silenciosa aqui me rondando.

Beijos

Jana

 
At 10:40 da tarde, Blogger Djalma dos Santos said...

mas a foto é linda

 
At 4:57 da tarde, Anonymous Fabi said...

Desde Buenos Aires Djalma te quiero agradecer, que en una tarde casi primaveral, pude dejarme remontar por una mariposa, ...es un placer sin igual...

 

Enviar um comentário

<< Home